Agora isto parece promissor. Annie Clark, a musa de voz encantada de St. Vicent, avançou com novas informações sobre o álbum em parceria com David Byrne, o todo-poderoso ex-vocalista dos Talking Heads, agendado para início do próximo ano.

Clark afirmou que metade do álbum, ainda sem título, já foi escrito e gravado pelos dois músicos e teve como inspiração a colaboração entre a islandesa Björk e a trupe indie-pop experimental Dirty Projectors Mount Wittenberg Orca.

Revejam em baixo uma das canções deste projecto gravado ao vivo no Housing Works Bookstore & Café em Nova Iorque, assim como o vídeo de “Cruel”, o mais recente single retirado do novo álbum de St. Vicent, Strange Mercy.

Pedro Lima

 

 

Subscreve a Punch TV!