O projecto chama-se La Dolce Indie Sessions e o conceito é muito louvável, querem trazer a música e os músicos para mais perto do público. Para tal, convidam pessoas do meio (sobretudo artistas/bandas) para irem animar um final de tarde ali para o miradouro S. Pedro de Alcântara, no Bairro Alto, pondo música para os presentes. Já foi lá o Manuel Fúria, o Rui Maia, também conhecido como Mirror People, (que nos fez uma mixtape exclusiva, para quem ainda não sabe), You Can’t Win Charlie Brown, entre outros. Desta vez, a convidada é a Cláudia Guerreiro, baixista dos Linda Martini, que dispensa apresentações. Como género de teaser para a sua rara actuação como DJ, Cláudia falou de imprevisões:

“Às vezes o imprevisto é bom. Às vezes é só imprevisto, sem promessas, nem expectativas. A única certeza é a de que não andaremos para trás dos anos 30 e de que os últimos 30 serão os mais passados. Confuso? Confuso vai ser no dia 16!”

João Pacheco