O ARTISTA

Os Sameblod são uma dupla synth-pop formada por Frederick Rundqvist (20) e Mikael Mattisson (22). Os rapazes partilharam connosco as suas 5 canções e bandas favoritas de todos os tempos. Sabiam que Frederick tem uma quase-obsessão pelos Interpol?

A sonoridade da banda é inconfundivelmente sueca. Roupagens pop delicadas em ritmos melodiosos e sem pressa, com apontamentos retro-futuristas dominados por teclados vintage e synths inspirados noutras galáxias, vocais sussurrados, fraseados doridos e melancólicos em jeito de balada anos 80, e uma leve brisa no ar vinda dos territórios solarengos das Baleares.

O duo editou o EP Our Future a 29 de Abril e está neste momento a planear, escrever e gravar o álbum de estreia de 10 faixas que sairá até à Primavera de 2012.

OUR FUTURE EP by Sameblod

 

CINCO MÚSICAS…

Mikael Mattisson

Radiohead – Weird Fishes / Arpeggi
Por alguma razão uma canção em que o clímax parece nunca chegar. Esta música tem estado comigo desde a primeira vez que eu a escutei, maravilhosamente construída e com este estranho toque ao mesmo tempo. No final todos seremos peixes estranhos deixados sozinhos nas profundezas onde ninguém nos poderá ver.

 

M83 – We Own The Sky
A primeira vez que ouvi esta música chorei. Chorei em alta voz, se não estou enganado. Fez-me sentir que tudo ficará bem, fica sempre. De alguma forma uma música que, ao ser ouvida no momento certo, faz com que seja lembrada e adorava para o resto da vida. Esta música é com certeza uma delas.

 

Frederick Rundqvist

Grizzly Bear – All We Ask
Quando os Grizzly Bear lançaram o álbum “Veckatimest” eu passei-me um bocado, mas no bom sentido! Especialmente quando ouvi esta música pela primeira vez. O mood em que eu estava nesse momento encaixava perfeitamente na música e nas letras. Tornou-se, sem dúvida, uma das minhas músicas favoritas de todos os tempos. Ainda a oiço diariamente. É uma loucura.

 

Pink Floyd – Comfortably Numb (Pulse Version -94)
Esta canção fez de mim um homem. Não o consigo explicar muito bem, acho que é preciso mesmo ouvi-la! Sinto estes arrepios irreais todas as vezes que a oiço. Normalmente não gosto muito de solos  de guitarra, mas este é sem dúvida o melhor solo de guitarra de sempre na história. Algumas pessoas têm a religião. Eu tenho “Comfortably Numb” dos Pink Floyd.

 

Interpol – Not Even Jail
Esta é a melhor música de todos os tempos. Esta é a melhor banda de todos os tempos. Eles ajudaram-me em muita coisa, apesar de isto soar um bocado brega. A música é uma putice de loucura. Aliás tenho esta música tatuada no meu braço esquerdo – isto é o quanto esta música significa para mim. Esta é a música que vai ser tocada no meu futuro casamento, quando meus filhos nascerem e no meu próprio funeral.

Pedro Lima
Foto: Johan Wistbacka 

Subscreve a Punch TV!