Walter Benjamin, cantor nascido em Lisboa no mesmo dia que Bob Dylan e actualmente a residir em Londres, é o homem do leme do quinteto com o mesmo nome, ao lado de João Correia (bateria), Nuno Lucas (baixo), Manuel Dordio (slide guitar) e Bruno Pernadas (guitarra eléctrica).

O músico também produz discos e esteve envolvido em inúmeros projectos que incluem B Fachada, Márcia, Noiserv, You Can’t Win Charlie Brown, Julie & The Carjackers e João Coração.

Em 2008 a banda lançou o álbum The National Crisis pela Merzbau, seguido de vários EP’s e colaborações. No próximo dia 9 de Abril, a Pataca Discos publica o aguardado sucessor The Imaginary Life of Rosemary and Me, de onde podemos ouvir o primeiro registo “Airports and Broken Hearts”.

Música sobre aviões, corações destroçados e como tornar o aeroporto de Heathrow num sítio tropical, cantada numa voz aquecida por whiskey e cigarros. Com a participação da Márcia e da Francisca Cortesão (Minta), para além dos clássicos João Correia & Nuno Lucas (Julie & the Carjackers) e de uma caixa de ritmos a debitar notas quentes da bossa nova de Tom Jobim.

Walter Benjamin volta a Lisboa esta semana para 2 concertos: dia 2 de Fevereiro, pelas 23h30m, no Musicbox, a convite da Rua de Baixo (entrevista aqui) para a última edição das Noites da Rua; e dia 3 de Fevereiro, na Galeria Cristina Guerra, “Walter, Julie and Charlie”, concerto integrado na exposição “Monkey Business” de João Paulo Feliciano (Pataca Discos).

Pedro Lima
Foto: Vera Marmelo