aqui falámos do IndieLisboa’12. Explicámos um pouco de tudo o que vai acontecer. Concentremo-nos agora naquilo que é mais “a nossa praia”. A música. E o que se lhe segue.

O IndieMusic’12 e o Indie By Night têm uma ligação forte. De complemento, até. Sendo breve, o IndieMusic deste ano é uma selecção que atravessa todos os géneros: da música “brega” vinda do Brasil às raízes do punk em África, do fado ao new wave e lo-fi… Neil Young, Sigur Rós, Andrew Bird, TV On The Radio, Adam Green e… uma avó hiperactiva.

Na produção nacional, temos um documentário sobre Mazgani, outro sobre R. Stevie Moore, e ainda outro sobre as criações de autores portugueses e a sua relação com a música de Chico Buarque.

Mas a música não se esgota durante as horas de sol. Após o lusco-fusco surge então em cena o Indie By Night. Durante 11 dias, a Rua Nova do Carvalho – no Cais do Sodré – vai passar a chamar-se Rua Dr. IndieLisboa e todos estão convidados a visitá-la.

Os espaços Musicbox, Povo, Bar da Velha Senhora, Pensão Amor, Casa Conveniente e Viking terão uma programação de festas, concertos e dj sets que seguem de mãos dadas com os filmes do festival e vão levar o público a prolongar a experiência noite fora. Por lá vão passar nomes como DJ D’Espiney, DJ Easy, Selecta Alice, Alípio Padilha, Bailarico Sofisticado, Kristín Björk Kristjánsdóttir (Grandma Lo-Fi), Nuno Monteiro (R. Stevie Moore), Kate Wax, DJ LAD ou Sérgio da Silva.

Nestes 11 dias, o desafio é arranjar maneira de no dia seguinte nos mantermos acordados, para corresponder às expectativas e responsabilidade que a sociedade – esse monstro insaciável – nos impõe. Mas vá… vamos vivendo um dia (e uma noite) de cada vez!

Programa completo do Indie By Night, aqui.

Ricardo Quintela

Subscreve a Punch TV!