Há quatro anos que a Edp anda a testar a sua presença em festivais, e isso é notório este ano com o CoolJazz Fest e o Paredes de Coura, em que a eléctrica dá o seu nome. O próximo passo da Edp, de acordo com o Dinheiro Vivo, é a criação de um festival à sua medida, admite Paulo Campos Costa, director de comunicação da marca.

Actualmente a Edp, está nos festivais com acções que promovem a sustentabilidade ambiental. Mas isso pode mudar “com a verdadeira liberalização do mercado da electricidade”. A avançar com um festival próprio a Edp entra no campeonato da Super Bock, da Optimus, da Tmn e mais recentemente da Vodafone, marcas que têm vindo a construir uma relação com a música. De acordo com o Dinheiro Vivo, a Optimus dedica 20 a 25% do seu orçamento de comunicação à música e quase 90% vai para festivais. Ao pilar Optimus Alive, a operadora da Sonaecom juntou este ano o Optimus Primavera Sound, no Porto. Nos quatro dias do festival cerca de 75 mil pessoas passaram pelo Parque da Cidade, número que superou as melhores projecções.

O reforço da Optimus é mais um passo para tentar conquistar o primeiro lugar nas marcas mais associadas à música, que continua a ser liderado pela Super Bock que têm mantido estável o investimento no festival a que dá o nome.

Para já fica o teaser do Festival Edp Paredes de Coura 2012:

Daniel Campos

—————

JÁ ASSINASTE A NEWSLETTER DA PUNCH?

Nova música, reportagens e vídeos exclusivos!

Nome

Email

Subscreve a Punch TV!