Quem foi ao Musicbox na última sexta-feira, 20 de Abril, assistiu a um dos maiores momentos de rock dos últimos tempos. Os Galgo apresentaram o seu mais recente trabalho, Quebra Nuvens. A festa ainda teve como convidados Iguana Garcia e Karpov Not Kasparov. Uma festa de casa cheia, em que nem o mau tempo impediu de chamar gentes dos quatro cantos da cidade ou, mesmo, de Portugal.

Festa Galgo IV: Galgo :: 20-04-2018

Quem fez as honras da noite foi Iguana Garcia. Um acto de um homem só em palco, mas com carisma para dar e vender. Com apenas uma guitarra, um sintetizador e uma caixa de ritmos (PC), mostrou logo desde cedo um rock sexy e que hipnotizou quem chegou mais cedo ao concerto. Uma pequena legião de fãs de Iguana também ajudou a animar aquele momento inicial, que acabou com estes a cantarem de pulmões cheios o refrão da última música: Eu já pensei em deixar de ser feliz, para ser normal.

Quando os Galgo entraram em palco, já havia muitos que sabiam ao que vinham, para os outros talvez tenha sido uma surpresa. Estes homens do rock começaram logo com músicas mais pesadas e as imagens projectadas também transmitiam essa sensação. O mosh e as pessoas a fazerem crowdsurfing quase não pararam durante o concerto. Houve momentos quase caóticos e meio insanos. Também se notaram pessoas de vários tribos, rapazes de cabelo ruivos, lésbicas com muito power, homens de meia-idade que ainda não perderam o seu espírito guerreiro e sobretudo pessoal que gosta de rock sem tretas. Os Galgo foram incansáveis e nunca baixaram o ritmo da sua actuação, sabendo contagiar o público como poucas bandas sabem fazer. A meio do concerto houve um shift e banda passou a tocar ritmos mais dançantes. Esta mudança está muito ligada ao novo álbum, que parece querer mostrar uns Galgo mais abertos a outras sonoridades. Contudo, a festa continuou e começou tudo a dançar, a dançar,  a dançar, como diz a música “Bambaré”. Este é o primeiro single do novo álbum dos Galgo e foi o tema que fechou o concerto.

Foi uma grande noite  e, como disse o vocalista Alexandre Moniz: “Isto não é só um concerto de apresentação do novo álbum é a puta da festa”.

Texto: Rodrigo Castro
Fotografias: Ana Viotti (Musicbox Lisboa)