As Punch Sessions estão de volta ao Titanic Sur Mer, com o apoio da Ás de Espadas! Depois do sucesso que foi a primeira sessão deste ano, é com enorme orgulho que vos receberemos em mais uma edição já no próximo dia 16, Sábado. Como já vem sendo hábito, o mote foi preparar uma noite memorável, com quatro bandas dignas do selo Punch: GANSO | Reis da República | LaGardère | Gagliardini Graça.

Os GANSO são cinco amigos alfacinhas que se juntaram à história do rock cantado em português em 2015, ousando, todos eles, experimentar instrumentos diferentes da sua formação musical inicial. O nome resultou duma perseguição inusitada dos cinco elementos por um ganso, em pleno supermercado. A banda conta com um longa duração editado, Pá Pá Pá (2017), que sucedeu o EP de estreia, Costela Ofendida (2016). São apadrinhados pela Cuca Monga (Luís Severo, Modernos) e praticam “rock libertário feito para dançar” – sim, têm melodias e refrões pegajosos que se nos colam ao subconsciente tanto como os dos Capitão Fausto, e levam-nos a agitar a cabeça e os ombros, ainda que não sejamos os melhores bailarinos.

Os Reis da República são seis, também são de Lisboa, e fazem rock de liceu, despretensioso e eficaz – mas têm uma voz feminina como rainha. Reflectem sem vergonha as suas influências dos anos 80 e 90, numa onda de revivalismo que tanto nos seduz por estes dias. Lançaram em 2015 o seu EP de estreia, e em 2018 o seu longa duração, Fábulas, obra que nos conta uma peculiar história dum jardineiro farto de gnomos de jardim. Esta banda serve-se de temas inusitados para nos ajudar a lidar com as vicissitudes do quotidiano.

O trio LaGardère decidiu pegar numa personagem de ficção e contar as suas aventuras, recorrendo a um universo pop português com influências como José Cid ou Carlos Paião. No Lugar do Fim do Mundo é o álbum de estreia da banda e não é de todo um álbum com uma nota só. Focados na sua missão de manter viva a memória de Henri LaGardère, estes três meninos experimentam diferentes sonoridades que oscilam até ao jazz ou à world music.

Gagliardini Graça pertence aos Ciclo Preparatório mas trata-se de mais um curioso caso em que o material em nome próprio pouco tem a ver com o da sua banda – o álbum Cruz Quebrada apresenta-se num tom extremamente confessional, em que Graça se empenha numa busca inquietante pela sua identidade. Valerá certamente a pena chegar a horas à Punch Sessions #5 para fecharmos os olhos e sentirmos o nosso coração aquecer ao som destas melodias, e derreter com esta voz.

Relembramos que a Punch Sessions #5 terá lugar no dia 16 de Fevereiro, no nosso querido Titanic Sur Mer (Lisboa) e que os bilhetes só podem ser adquiridos à porta. Nós estaremos lá para vos receber, com estes muito especiais quatro convidados.

Andreia Duarte

Subscreve a Punch TV!