QUEM ÉS TU, LAURA SANTOS? é a pergunta que ainda se impõe sobre este senhor que nos vai pôr a dançar. Tão polivalente como misterioso deixa-nos na expectativa do que vamos ouvir, e claro, de que vamos ver o seu glorioso cão de loiça.

1. Qual a primeira música que ouviste em repeat:

Sérgio Godinho – “É tão bom” – Um tema incluído no meu primeiro vinil, recebido ainda nos tempos da escola primária; não está riscado mas rodou muito em casa dos meus pais e estas letras do Godinho regressam com bastante frequência à minha memória; “os amigos do Gaspar” são também meus amigos e tenho a certeza que o Manjerico, o guarda Serôdio, a dona Felismina e todos os outros nunca deixarão de me acompanhar vida fora; estas canções cresceram com o tempo e amadureceram comigo, como os verdadeiros amigos.

2. A música que vais ouvir para todo o sempre:

Lhasa de Sela – “Is Anything Wrong” - Não é o tema mais conhecido de Lhasa, longe disso; e até podia ser qualquer outro – pois sei que vou ouvir os três discos dela muitas e muitas vezes – mas este foi dos últimos que descobri e está incluído no derradeiro álbum homónimo; havia ainda mais a descobrir nos próximos tempos mas o destino trocou-nos as voltas e encurtou a vida de Lhasa; sim, vou ouvir esta e as outras todas desta voz que me arrepia e fascina hoje e sempre.

3. Uma música que gostasses de ter escrito:

The Divine Comedy – “Perfect Lovesong” – Não escrevo músicas nem me parece que tenha grande jeito para escrevinhar mais do que listas de supermercado ou postais de aniversário; limito-me a gostar de ouvir (e ler) as palavras de quem sabe colocá-las no lugar certo e deixo-me levar; se escrevesse canções de amor – o tal tema universal – gostava que fossem perfeitas como esta.

4. A música que define a tua juventude:

Jeff Buckley – “Grace” – O disco foi editado em meados dos anos 90 e chegou a mim durante o período universitário – não terá sido este o meu estado de graça mas também não foi uma verdadeira desgraça; Jeff Buckley mantém-se para mim como um símbolo de juventude – um pouco mais inquieta que a minha mas vivida em paralelo – e permanece por lá só para me lembrar que isso de ser jovem não tem prazo definido.

5. A letra duma música que te inspire:

Jorge Palma – “A Gente Vai Continuar” – Inspira-me a continuar, a não desistir e a acreditar que tudo é possível – e que há sempre uma segunda oportunidade para todos.

5×5 músicas de novas bandas:

“Pó no Pé” – Cassete Pirata

“Quem me dera” – Valter Lobo

“Joaquim” – São Pedro

“Yo-Yo” – Monday 

“Hemma” – Surma

 

Punch Redacção